Eficácia e sustentabilidade: maior economia de material devido ao melhor aproveitamento na indústria, reduzindo significativamente a geração de resíduos;

Agilidade e eficiência: comprovadamente mais rápido ( quando comparada a construção em concreto convencional );

Qualidade: possibilidade de maior controle da relação água/cimento e do traço do concreto na indústria, inclusive com ensaios de corpos de prova verificando a resistência amostral do produto;

Canteiro de obras mais limpo e organizado: inexistência de formas, entulho e demais acessórios in locu uma vez que a produção das peças é realizada na indústria;

Estética: excelente visual das peças ( “lisas” );

Otimização do cronograma: procedimentos realizados industrialmente em local coberto independente de fatores climáticos;

Alta lucratividade: breve retorno do investimento.